Buscar

LOUCURA ou COMPETÊNCIA?


Confira nosso post e descubra porque a obra em destaque mereceu seu lugar em nossa coluna “Engenharia Além da Técnica”!

Cidade de São Paulo, ano de 1924. É quando tem início a construção daquele que por breve período seria o mais alto edifício em concreto armado do planeta. O Edifício Martinelli !!!

Para além dos desafios de ordem técnica, a construção teve que superar os ataques de jornalistas, de concorrentes, de seus primeiros projetistas, de seu próprio idealizador e, como não poderia deixar de ser, das autoridades públicas. Foi embargada.

Em realidade a obra foi inicialmente concebida para 14 andares, contudo, a perseguição por um símbolo icônico fez com que o Conde Giuseppe Martinelli exigisse muito mais andares.

Loucura ou Competência?

Bem, a resistência dos projetistas fez com que o Conde convocasse à cena um jovem recém-formado que ao assumir o desafio teria seu nome registrado entre os grandes da engenharia brasileira, seu sobrinho, o Eng. ÍTALO MARTINELLI (na foto).

Assim, em 1934 a obra foi definitivamente concluída com 30 andares e 105,6m de altura, mais que o dobro do projeto original.

Ao longo dos anos abrigou diversas instituições e empresas comerciais, contudo, teve seu período decadente e se tornou uma espécie de ‘favela vertical’. Somente a partir de 1975 o prédio foi desapropriado e restaurado.

Tombado pelo IPHAN, é a obra que inaugurou o processo de verticalização de São Paulo.

Para quem é de fora, pergunte pelo “Prédio Rosa”!

Boas Obras.


Siga-nos nas redes

Siga o Engenheiro de Montreal nas redes sociais

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
Newsletter

Cadastre-se para receber conteúdo do Engenheiro de Montreal

Contato

Entre em contato conosco.

© 2018 O Engenheiro de Montreal. Todos os direitos reservados.